sexta-feira, 11 de maio de 2012

Uma Biblioteca para o Centenario da UFPR



Este ano de 2012 é um ano especial: comemoramos o centenário da UFPR. Nesta data tão importante vamos inaugurar a Biblioteca do Campus Rebouças. A nova biblioteca vai testemunhar a importância das coisas deste novo tempo, onde o novo caminha ao lado do antigo. Esta nova construção  situa-se no mesmo espaço do Teixeira Soares. O Teixeira Soares é um edifício construido em 1941. O nome é uma homenagem ao engenheiro Dr. Joao Teixeira Soares, um glorioso homem da engenharia brasileira.  Uma mistura que exprime a passagem do tempo em sintonia com o presente e o futuro.
Convidada a contribuir com a organização desta nova unidade, tenho a definição destes primeiros passos como um desafio, porém  encantador, leve e primoroso. Percebo um ponto em comum com esta biblioteca que nasce: ambas estamos em início de carreira, enfrentando os desafios do competitivo, das escolhas do planejamento, da realização, da transformação. No entanto, não estamos sozinhas: esta estrutura em formação é um projeto audacioso, a cargo de uma grande equipe formada, na sua concepção macro, por engenheiros, arquitetos, pedreiros, eletricistas entre outros profissionais. Na concepção de “espaço pensado” temos todas as bibliotecárias da HE (Biblioteca de Ciencias Humanas e educaçao) e seu pessoal administrativo, pessoas da Biblioteca Central,  professores,  e também o apoio de tantos outros colaboradores da UFPR. Gente idealista, com conhecimento e experiência que faz com que, de um esboço, haja transformações proveitosas em todos os aspectos. Somos uma equipe!
Esta nova Biblioteca será um elemento de transformação, abrangência social, cultural, coletiva e política. Esperamos que o princípio transformador deste espaço seja o de sintetizar educação e instrução. Pensamos que o principal capital serão as pessoas que ali se desenvolverão intelectualmente, prepararão seu percurso profissional, enriquecerão sua cultura e seus valores pessoais. Acreditamos que conhecimentos e competências podem ser adquiridos através de ações de formação, entre elas ações de leitura.
Considero esta uma oportunidade de crescimento profissional. Um mundo novo, de infinitas experiências, onde a atenção deverá ser sempre redobrada a fim de acompanhar as nuances que o cargo exige. Há uma gama infinita de possibilidades, um desabrochar de novas perspectivas em relação a esta profissão, de bibliotecaria, que, considero eu, é infinitamente promissora. Para tanto, é de suma importância a troca de informações e experiências com outros profissionais da área. O compartilhamento de idéias é fundamental. Quando Profissionais e Instituições se unem, geramos grandes benefícios ao serviço que escolhemos prestar à sociedade.




2 comentários:

  1. João Teixeira Soares

    http://www.autores.com.br/2009052018612/diversos/artigos-diversos/joao-teixeira-soares-gudin.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola boa noite, obrigado pelas informaçoes sobre Teixeira Soares.

      Excluir